Jimena Navarrete vence o Miss Universo 2010

“Dedico ao México”, foram as primeiras palavras de Jimena. “Esta coroa e esta faixa são para todos eles. Dedico à minha família, ao meu namorado e a meu país”, afirmou durante entrevista coletiva no hotel Mandalay Bay, de Las Vegas (Estados Unidos), onde aconteceu a cerimônia de coroação.

É a segunda vez na história que o México conquista a coroa. A primeira foi em 1991, quando Lupita Jones foi escolhida, por coincidência, também em Las Vegas.

“É uma emoção muito grande”, disse Jimena. “Sinto uma felicidade inexplicável. A verdade é que até receber a coroa, não disse ‘ela é minha'”, afirmou entre sorrisos.

“Quando vi que era a vencedora, fiquei surpresa, fiquei pálida”, disse Jimena. “Estou muito orgulhosa. As pessoas no México devem estar muito felizes! É uma honra muito grande”, resumiu a Miss, que acrescentou que quer “divulgar a minha gente” e “mostrar tudo de lindo” que há no país.

Bem humorada, Jimena disse que não acredita na “maldição” de Miss Universo, que faz com que as modelos não mantenham as relações com seus namorados. “Serei a primeira que seguirá com o namorado”, afirmou.

Jimena nasceu em Guadalajara (no estado de Jalisco) em 22 de fevereiro de 1988, mede 1m74 e estuda nutrição.

A mexicana ganhou o concurso estadual de Jalisco em 2009, e representou seu estado no Miss México, quando conquistou o título e o direito de representar o país no Miss Universo 2010.

O segundo lugar foi para a Miss Jamaica, Yendi Phillipps, enquanto a Miss Austrália, Jesinta Campbell, ficou com a terceira posição.

A capixaba Débora Lyra, Miss Brasil, não foi escolhida entre as 15 finalistas do concurso.

Jimena Navarrete. Foto: Paul Buck

Concurso

Além as representantes de México, Jamaica e Austrália, chegaram à rodada decisiva as misses de Ucrância (Anna Poslavska) e Filipinas (Venus Raj), que era considerada favorita entre os internautas que acessaram o site oficial do concurso, e foi a que recebeu mais manifestações de apoio durante a cerimônia.

No entanto, na última parte do concurso, quando o júri fez uma pergunta a cada uma das cinco finalistas, a modelo filipina perdeu um pouco do favoritismo, o que foi notado pela reação do público após sua resposta.

O ator William Baldwin perguntou qual tinha sido o maior erro que ela tinha cometido em sua vida, e como tinha corrigido a situação. Venus, disse que, com 22 anos, não considerava que tivesse cometido nenhum “grande erro”. “Minha família me deu confiança suficiente, e por isso os amo”, disse.

A Miss Austrália conquistou também o título de ‘Miss Simpatia’, enquanto a Miss Tailândia foi eleita Miss Fotogenia e dona do Melhor Traje Típico. No total, 83 modelos disputaram a coroa.

A primeira seleção reduziu o número de participantes a 15 países semifinalistas: Porto Rico, Ucrânia, México, Bélgica, Irlanda, África do Sul, França, Austrália, Jamaica, Rússia, Albânia, Colômbia, Guatemala, República Tcheca e Filipinas.

A seguir, apareceu brevemente a Miss Universo 2009, a venezuelana Stefania Fernández, para falar sobre o que pretendia fazer assim que cedesse a coroa: “Espero descansar um pouco e passar algum tempo com a família e os amigos”.

O desfile em roupas de banho cumpriu as expectativas. As modelos mostraram suas melhores poses e sorrisos, enquanto usavam um traje de banho roxo, ao som de músicas do espetáculo “Viva Elvis”, do Cirque du Soleil.

A Miss Jamaica, com 9,42 pontos, e a Miss México, com 9,40, tiveram as maiores pontuações do júri. As duas ficaram entre as dez finalistas, junto às representantes de Irlanda, Albânia, Filipinas, Ucrânia, Porto Rico, África do Sul, Guatemala e Austrália.

Após o desfile com trajes de gala, ainda faltava a prova mais temida: as respostas às perguntas do júri.

A mexicana escapou ilesa após uma pergunta sobre o impacto do uso da internet na juventude.

“É uma ferramenta necessária e indispensável”, disse. “Mas definitivamente é algo que deve ser cuidado. Os jovens precisam receber valores familiares para que façam um bom uso da internet”.

Na história, os EUA dominam o Miss Universo, com sete títulos, seguidos pela Venezuela, com seis, e Porto Rico, com cinco. O Brasil tem duas conquistas.

A cerimônia de Miss Universo 2010 aconteceu no hotel Mandalay Bay, em Las Vegas, perante cerca de 12 mil espectadores, e foi apresentada pelo roqueiro Bret Michaels, com seu inseparável lenço na cabeça, e Natalie Morales, do programa “Today” da rede televisiva americana “NBC”.

O evento contou com a atuação musical de John Legend e do grupo The Roots.

Fonte: Folha.com

Anúncios
Published in: on agosto 24, 2010 at 07:36  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://flaviaaleixo.wordpress.com/2010/08/24/jimena-navarrete-vence-o-miss-universo-2010/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: