Dilma, Serra e mais sete disputarão presidência

Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) informaram à Justiça eleitoral que pretendem gastar na campanha eleitoral à presidência da República R$ 157 milhões e R$ 180 milhões, respectivamente. A informação consta do registro das candidaturas que ambos fizeram nesta segunda-feira (5/7), último dia para cumprir essa etapa do processo eleitoral. A candidata do Partido Verde, Marina Silva, cujo registro foi pedido na última quinta-feira (1º/7), estima gastar R$ 90 milhões com a campanha eleitoral.

Outros três partidos também registraram seus candidatos ao Planalto nesta segunda-feira: PRTB, PCO e PSTU. O primeiro, cujo concorrente é Levy Fidelix, informou que deverão ser gastos R$ 10 milhões até outubro; o segundo, de Rui Costa Pimenta, prevê um gasto total de R$ 100 mil; e o terceiro, na chapa encabeçada por José Maria de Almeida, o Zé Maria, informou que a campanha deverá contar com R$ 300 mil.

Outros três candidatos também se registraram para a disputa presidencial: o “democrata cristão” José Maria Eymael (PSDC); o comunista Ivan Pinheiro (PCB) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL).

Os registros serão distribuídos a um dos sete ministros do TSE, que fica responsável por conferir se os documentos estão de acordo com a Lei Eleitoral. Os recursos pela impugnação das candidaturas só podem ser julgados a partir de 2 de agosto, durante sessão plenária com voto de todos os ministros.

Patrimônios

Dilma Rousseff declarou que é dona de um patrimônio de R$ 1,06 milhão — incluindo dois apartamentos em Porto Alegre, avaliados em R$ 250 mil e R$ 290 mil, um apartamento em Belo Horizonte, de R$ 118 mil, e um Fiat Tipo, ano 1996, no valor de R$ 30 mil. O vice da coligação “Para o Brasil Seguir Mudando”, Michel Temer (PMDB), possui um patrimônio superior a R$ 6 milhões.

Na declaração de bens apresentada por José Serra consta um patrimônio de R$ 1,4 milhão, incluindo uma casa no loteamento da Fazenda Campo Verde, em Ibiúna (SP), avaliada em R$ 61 mil, e parte de uma área de 14.365 metros quadrados, em Atibainha, município de Piracaia (SP), terreno avaliado em R$ 44 mil. Já a declaração do candidato a vice-presidente na chapa “O Brasil Pode Mais”, mostra que Índio da Costa (DEM-RJ) tem um patrimônio de R$ 1,4 milhão.

Em sua declaração de bens, Marina Silva informou possuir uma casa em Rio Branco (AC), no valor de R$ 60 mil; lotes que somam R$ 42 mil e um saldo de R$ 46 mil em conta bancária. O candidato mais rico é José Maria Eymael, que entre imóveis, ações, jóias e veículos acumula um patrimônio de R$ 3,1 milhões. O segundo mais rico é Plínio de Arruda Sampaio, com patrimônio de R$ 2,1 milhões.

Rui Costa Pimenta declarou ser proprietário de um terço de um imóvel em São Paulo, avaliado em R$ 80 mil. Já Levy Fidelix mostra um patrimônio de R$ 150 mil, incluindo um apartamento financiado em São Paulo — avaliado em R$ 80 mil, além de participação societária em duas empresas — totalizando aproximadamente R$ 15 mil. De acordo com a declaração de bens de José Maria de Almeida, seu patrimônio é de R$ 16 mil. Os bens de Ivan Pinheiro somam R$ 355 mil.

Clique aqui para ler as propostas de Dilma Rousseff.
Clique aqui para ler as propostas de Marina Silva.
Clique aqui para ler as propostas de Levy Fidelix.

Fonte: Consultor Jurídico / Assessoria de Imprensa do TSE

Anúncios
Published in: on julho 6, 2010 at 10:03  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://flaviaaleixo.wordpress.com/2010/07/06/dilma-serra-e-mais-sete-disputarao-presidencia/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: