José Saramago encontrou Deus…

Morre José Saramago. Chegou ao fim a saga do escritor lusitano em sua “cruzada” ateia contra Deus. Ao que tudo indica, a morte se deu calmamente em sua residência nas Ilhas Canárias, aos 87 anos de idade.

Há algum tempo, mais especificamente no dia 22 de outubro de 2009, escrevi um post neste mesmo blog comentando sobre o lançamento da sua última obra, “Caim”, em que mais uma vez o escritor faz apologia ao ateismo colocando em dúvida não somente a existência de Deus, como também, elevando Caim, o irmão homicida, à condição de herói. Seja nessa obra, ou na sua mais famosa, “O evangelho segundo Jesus Cristo”, Saramago sempre usou de uma ironia ferina , um sarcasmo ácido contra a fé cristã.

Lembro-me que no post acima citado, terminei com uma frase: “uma coisa é certa, o “acerto” de José Saramago com Deus ainda não é definitivo”.

Embora sabendo que se tratava de um homem incrédulo, um ímpio que levou a vida a imprecar contra Deus, ainda assim sinto uma tremenda pena do grande escritor. Qual não terá sido a surpresa ao descobrir que a sua luta era completamente sem sentido. E, em um momento de solidão, medo e desespero, todas as certezas nutridas nesta vida se tornam em nada, e eis que surge Deus em toda a sua glória para julgar o homem.

Tudo isso prova a grande longanimidade de Deus com os vasos de ira. A vida humana, já disse o salmista, é apenas um sopro. E Deus tira o sopro de vida quando lhe convém.

José Saramago travava uma luta contra a morte, demonstrando medo, incerteza do que viria após a cessação da vida, mesmo afirmando a não-existência de Deus. O mesmo terror, o mesmo desespero que sempre acometeu os existencialistas com a sua eterna incerteza a respeito do Criador.

No entanto, aquele que crê verdadeiramente em Cristo tem a vida eterna, o que não crê, porém, “já está condenado”.

Ao fim deste curto texto quero finalizar com uma frase, diferente daquela com a qual finalizei o outro post: “uma coisa é certa, o acerto de José Saramago com Deus agora é definitivo”.

Bendito seja o nome do SENHOR em toda a sua glória.

Fonte: Púlpito Cristão / Ricardo Mamedes

Published in: on junho 21, 2010 at 16:51  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://flaviaaleixo.wordpress.com/2010/06/21/jose-saramago-encontrou-deus/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. O que mais impressiona em Deus é que mesmo com os que os que insultaram durante toda a vida, Deus ainda age com misericórdia. Há esperança para o escritor, esperança em Deus, no Deus que ele sempre negou. Parece contraditório, mas é a forma do amor de Deus, que entregou o próprio Filho por amor aos indignos e insignificantes humanos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: