Fundador da Parmalat é condenado à prisão

A Corte de Apelação de Milão, na Itália, confirmou a condenação do fundador da Parmalat, Calisto Tanzi. De acordo com informações do jornal italiano Corriere della Sera, Tanzi foi condenado a pena de 10 anos de reclusão por gestão fraudulenta. Seu advogado, agora, vai recorrer à Corte de Cassação. A fraude na administração da Parmalat provocou um rombo bilionário nos caixas da empresa, que quase foi à falência. A crise na empresa começou em 2003.

O empresário, junto com dois ex-gerentes da empresa, Giovanni Bonici e Luciano Silingardi, também terá de ressarcir os investidores da Parmalat em cerca de 105 milhões de euros, quantia que representa 30% do dano provocado, de acordo com a Corte de Apelação de Milão.

Em primeira instância, apenas Tanzi havia sido responsabilizado pela quebra da Parmalat. Agora, Siligardi, conselheiro independente da empresa, e Bonici, ex-responsável pela Parlamat Venezuela, também foram considerados culpados. Siligardi recebeu uma pena de três anos e Bonici, de dois anos e seis meses. 

Fonte: Consultor Jurídico

Published in: on maio 26, 2010 at 18:00  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://flaviaaleixo.wordpress.com/2010/05/26/fundador-da-parmalat-e-condenado-a-prisao/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: