Mundo do surf em luto

A Polícia Militar (PM) busca, desde a madrugada desta quinta-feira, dois homens que teriam participado da tentativa de assalto que terminou com a morte do empresário Edison “Ledo” Ronchi, de 50 anos, na noite de quarta.

A vítima foi baleada dentro de casa, no bairro Ponta das Canas, no Norte da Ilha de Santa Catarina, por volta das 19h. Dois suspeitos foram detidos na região momentos após o crime: um jovem de 20 anos e um adolescente, que segundo a polícia teria 16 anos.

O rapaz mais velho, suspeito de atirar contra Ronchi, foi preso numa casa na Praia Brava. É a quarta vez que ele é detido por envolvimento em assassinato.

O jovem foi levado à Delegacia de Homicídios, onde permanecia no início da manhã. Ele foi reconhecido pelo filho de Ledo, que chegou a ser amordaçado durante a ação dos assaltantes.

O adolescente envolvido no crime, detido quando tentava pegar uma condução para a área Central da cidade, foi encaminhado para a 6ª delegacia, especializada em ocorrências que envolvem menores de 18 anos.

Segundo informações preliminares, o garoto teria confessado a participação no crime. Ele teria dito que ficou do lado de fora, acompanhado de outro comparsa, enquanto outros dois assaltantes invadiram a residência.

A arma do crime não foi encontrada.

Como foi

Edison Ronchi e o filho mais novo dele, de 16 anos, estavam sozinhos em casa quando foram surpreendidos pela dupla de assaltantes. Os bandidos renderam primeiro o garoto, que foi amordaçado.

Segundo a polícia, um dos bandidos teria sido reconhecido por Ronchi, que acabou baleado e morreu no local. A mulher, com quem era casado há mais de 20 anos, e o filho mais velho de Ledo, de 19 anos, não estavam em casa.

Foi o quinto assalto à residência nos últimos meses. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O local e o horário do sepultamento ainda estão indefinidos.

Ledo, como era mais conhecido, era dono de uma loja de calçados e reconhecido entre os praticantes do surfe. Foi dono da revista Inside e presidente da Federação Catarinense de Surf (Fecasurf).

Fonte: Diário Catarinense

Anúncios
Published in: on abril 8, 2010 at 08:59  Comments (5)  

The URI to TrackBack this entry is: https://flaviaaleixo.wordpress.com/2010/04/08/mundo-do-surf-em-luto/trackback/

RSS feed for comments on this post.

5 ComentáriosDeixe um comentário

  1. un artículo muy bueno, gracias por la información, y buena continuación

    • Obrigada, Patrick! Fique à vontade para comentar.

  2. Não tem como não se indignar. Não só pela perda de uma vida, que com certeza muita falta fará ao mundo que o cerca e às pessoas que o amavam. Mas, principalmente pelo detalhe macabro: o assassino já havia sido detido 4 vezes anteriormente por envolvimento com assassinatos. Como é que pode, que mundo bizarro é esse que construíram no Brasil?

    Como pode um psicopata desses estar andando livremente na rua se já foi detido? Que tipo de mentalidade tem os nossos legisladores para criarem leis que libertam os assassinos e demais meliantes e nos prendem em nossas casas e em nossos medos?

    Por que? A quem se beneficiam com tais leis frouxas?

    Que Deus tenha compaixão de nós, pobres contribuintes dessa nação de políticos calhordas!

    • Deus tenha compaixão mesmo, porque isso foi uma covardia. Forte abraço.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: